quarta-feira, 15 de abril de 2015

O Poeta

O poeta não escolhe o momento:
Nada escapa ao seu olhar observador.
Nos seus versos, procura um alento...
tudo é motivo para ele compor.

Busca nos versos, consolar
a dor que deveras sente.
Com suas palavras, tenta aplacar,
a saudade do Amor ausente.

Segue o poeta, com a sua sina...
mas o seu fardo, carrega contente.
Transforma o seu pesar em rima

e ameniza a dor de toda gente.
Fez da poesia, a sua vida...
e sua sina, cumpre alegremente.

Dreamaker (Denis Correia)
10/07/2001+03,08,09/09/2002

NDA.: Presto aqui, a minha humilde e pretensa homenagem ao grande Poeta Fernando Pessoa e à sua Poesia "Fingidor".


E enquanto isso, no Recanto das Letras:

Estes e outros textos inéditos de minha autoria, você encontra apenas no Recanto das Letras. Caso goste dos textos, comente interaja e participe.