terça-feira, 19 de abril de 2016

[entre]linhas (convite para o meu site)

[entre]linhas... mas o que é isso? Calma que eu vou explicar.
Olá... tudo bem? Talvez você me conheça... talvez não. Bem, eu me chamo Denis e gosto muito de escrever. Eu escrevo sobre os mais variados assuntos nos mais variados lugares e sou conhecido por nicknames diferentes em alguns deles: eu sou o Gruut do Baile dos Enxutos, o Dreamaker do Recanto das Letras e aqui do blog Terra dos Sonhos e também sou conhecido pelo nome de Morpheus do Coven Alkatheia em alguns meios ligados à Magia (sim, é isso mesmo... sou praticante à 15 anos). Então, essa aqui é a minha nova aventura: o [entre]linhas. Criei esse site para postar os meus textos e quem sabe com o tempo, ganhar a companhia de outros escritores que busquem um espaço para postarem os seus textos. Criei também uma página no Facebook com o intuito de divulgar um pouco mais o site. Portanto, caso queiram ser avisados de novas postagens, curtam a página ou se inscrevam por e-mail. Estou sempre tentando tornar o site melhor, portanto o feedback e as sugestões de vocês são valiosas.
Bem... agora, por que [entre]linhas (entrelinhas)? Vou tentar explicar: o título, é um recurso que uso quando uma palavra composta por algum motivo, tem para mim um sentido diferente tanto estando junta quanto separada. Eis a explicação técnica para isso:
O processo linguístico de composição é o processo através do qual ocorre a formação de novas palavras a partir de duas ou mais palavras simples ou radicais. As novas palavras formadas são compostas e possuem significado próprio. Existem dois tipos de composição: a composição por justaposição e a composição por aglutinação.
Na composição por justaposição ocorre a junção de duas ou mais palavras ou radicais, sem que haja alteração desses elementos formadores, ou seja, mantêm a mesma ortografia e acentuação que tinham antes da composição, havendo apenas alteração do significado.
Muitas palavras compostas por justaposição são ligadas através do hífen. Contudo, o hífen é apenas uma convenção ortográfica, uma vez que os compostos por justaposição podem ser escritos unidos ou sem o hífen.”.
É o que acontece com a palavra “entrelinhas” para mim. Entre linhas... entrelinhas. Essa palavra mexeu comigo e me fez refletir. Há entrelinhas em tudo... e para quem escreve, muitas vezes há coisas escondidas nas entrelinhas. Coisas que escrevemos de maneira consciente ou não. Muitas vezes, depois de escrever algo, ao ler o que escrevi, descubro coisas nas entrelinhas que eu sequer sabia que estavam lá. Assim, descubro coisas que o meu inconsciente e o meu coração tentam me dizer. Então, quando resolvi criar o site, esse nome e o que ele representa para mim me vieram à cabeça.... e aqui estamos nós.
Bem, agora chega de papo furado. Vou começar a postar alguns textos. Sejam tod@s muito bem-vind@s ao [entre]linhas... entrelinhas minhas... suas... nossas.
Dreamaker, 18/04/2016-21:23

sábado, 9 de abril de 2016

Qual foi a semente que você plantou?

Chegamos sem nada trazer.
Partimos sem nada levar.
Mas deixamos algo para trás.
O que você está deixando?
Qual foi a semente que você plantou?

Dreamaker (Denis)
07/04/2016-09:10
Licença Creative Commons

Conheça outros textos inéditos de minha autoria:

Tudo Ao Mesmo Tempo Agora: http://tudoaomesmotempoagora.com